terça-feira, 21 de março de 2017

Poesia para o Dia Mundial da Poesia

Hoje é comemorado o Dia Mundial da Poesia, a data foi escolhida pela UNESCO no ano 2000 em celebração ao IV centenário da morte do poeta Cervantes.
Para comemorar a data deixo uma de minhas poesias que está  no meu livro "Manual Prático Para Uso de Objetos Sensíveis" - ed. Autografia, 2016.

http://www.autografia.com.br/loja/manual-pratico-para-uso-de-objetos-sensiveis/detalhes






Eu ainda escrevo poemas de amor

Eu ainda escrevo poemas de amor
Espere um pouco, ele vai vir
Apesar de morrerem por dia, milhares
De fome e de intolerância em todo o mundo

Eu ainda escrevo poemas de amor
Senta um pouco meu bem, ele vai vir
Apesar das queimadas na Amazônia
Da extinção da flora e da fauna
Do trafico de animais silvestres
Das guerras insanas com seus mortos inocentes
Das crianças órfãs e das famílias despedaçadas

Eu ainda escrevo poemas de amor
Minha querida, espere só um pouco mais
A inspiração está vindo
Deixe o mundo se ajeitar
Que eu calo essa ânsia que me intriga e me tira o sono
Que eu vou fazer lindas rimas
Pra você nunca se esquecer  que o meu grito
É meu maior poema de amor

2 comentários:

Leonardo Simião disse...

Belo poema,sensível as aflições do mundo e sensível também ao coração. Meus Parabéns!!!

André de Oliveira disse...

Obrigado

Postagem em destaque

Temer transforma o Brasil num dos países mais infelizes do Mundo

Caiu um dos últimos mitos que restavam ao Brasil, o da felicidade. Pesquisa Gallup divulgado na última semana coloca o país como um dos ma...