segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Lou Reed na ArtMosfera de Duque de Caxias

Fiquei triste com o falecimento de Lou Reed ontem. O artista é uma das minhas referências artísticas, que conheci nos anos 80 em Duque de Caxias. Fui apresentado a ele, por Paulo Kmikz e David Macedo, de cara gostei e passei a curti a voz seca e o rock que seguia pelas veias. Na época nosso grupo Utopicus queria romper com o maniqueísmo regionalista de nossa cultura, queríamos uma arte cosmopolita como a cidade de Caxias, nossas raízes eram o punk, o dadaísmo, a poesia concreta, queríamos estar antenados no mundo, o que não era fácil quando não existia a internet.


Lou Reed era um dos nossos preferidos, que embalavam  a vitrola e os gravadores K7 das Kitinetes em que fazíamos nossas reuniões, ou quando tinha alguma sessão no Tulula filmes, uma pequena sala na Nilo Peçanha que tinha sessões de rock todo final de semana.
Lou Reed se foi, mas sua arte estará eternizada em nossos corações e mentes.


Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Cansei, poesia

Recital de Poesia e Microrrelato em Vigo, realizado  no Galo Vento. Cansei, é uma das poesias que recitei no evento. A poesia está publicad...