terça-feira, 16 de dezembro de 2014

As chibatas do século XXI

A gente sabe, que o Brasil é um país que o racismo está muito presente, muitos tentam negar a realidade, mas ela acaba aparecendo em pequenos gestos do dia-a-dia.
Hoje pude presenciar claramente, uma cena que pode parecer recorrente para muito gente. Estava num ponto de ônibus no Centro do Rio de Janeiro, e um senhor negro com aparência humilde, fazia o sinal para pegar um táxi. Passaram-se vários e nenhum parou, teve um até que parou para uma senhora branca, uns dez metros depois.
No décimo primeiro táxi, ele conseguiu embarcar, levando em seus ombros as chibatadas da indiferença.
Triste realidade desse nosso país.




As Chibatas do Século XXI
(André de Oliveira)


O homem parado na rua, estende a mão. 
Não era pra pedir socorro, nem chamar atenção. 
Tava fazendo  o gesto universal de pedir um táxi. 
Passaram-se um, dois, três, quatro, cinco, seis.sete, oito, nove, dez...
Todos vazios....um até parou uns quinze metros depois pra pegar uma senhora.
O homem não tinha expressão de revolta, nem resignação. ..não gritava, não bradava, nem xingou os motoristas que não atenderam sua solicitação. 
O décimo primeiro táxi parou. ..o homem negro, com aparência humilde pode finalmente seguir o seu caminho carregando em seus ombros as chibatadas da indiferença.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Temer transforma o Brasil num dos países mais infelizes do Mundo

Caiu um dos últimos mitos que restavam ao Brasil, o da felicidade. Pesquisa Gallup divulgado na última semana coloca o país como um dos ma...