sexta-feira, 13 de maio de 2016

Artistas, gestores e ativistas de todo país se mobilizam contra a extinção do Ministério da Cultura

Após o anúncio e publicação oficial do ato do presidente interino Michel Temes de extinguir o Ministério da Cultura, fundindo com MEC, artistas, gestores e ativistas de todo o país, estão se mobilizando contra ação. O Fórum Nacional de Secretário e Dirigentes Municipais de Cultura das Capitais e Regiões Metropolitanas, foi um dos primeiros a divulgar um manifesto contra o retrocesso da mediada.


A Associação Procure Saber, que reune artistas e produtores divulgou hoje uma Carta Aberta a Temer pedindo a volta da pasta.


Em protesto contra a medida artistas ocupam nesse momento a sede do IPHAN em Curitiba.


No dia 16 de maio no Rio de Janeiro haverá um abraço ao Palácio Capanema, reunindo artistas, pontos de cultura e coletivos de cultura.



A medida do governo interino de unificar as pastas de Educação e Cultura é um retrocesso histórico e uma completa falta de percepção da realidade do atual momento em que vive a economia da cultura no país, e do o papel do simbolismo do setor para a nação e para o mundo. A falta de uma representação ministerial relega a segundo plano todos os avanços que foram conquistados até hoje, e  nos remete a nós gestores uma insegurança institucional sem tamanho. 

É hora de mobilização, de ativar todos os canais necessários e possíveis para que tal medida seja revista nesse momento delicado para o país.


Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Cansei, poesia

Recital de Poesia e Microrrelato em Vigo, realizado  no Galo Vento. Cansei, é uma das poesias que recitei no evento. A poesia está publicad...