segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Abraço ao hospital Duque de Caxias atrai cerca de três mil pessoas



O morador de Duque de Caxias disse sim ao grande abraço promovido pela Campanha 40 no Hospital Duque de Caxias, fechado há quatro anos pela prefeitura, na manhã deste sábado (15/9).  O ato promovido pelo candidato a prefeito Alexandre Cardoso, e contou com a presença das deputadas Jandira Feghali e enfermeira Rejane, do PC do B, do reitor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Ricardo Vieiralves, além de médicos e enfermeiros que trabalharam naquela unidade de saúde do município, além de lideranças políticas do município, que caminharam até a Praça do Relógio, no Centro.

“Este hospital é especial para mim. Foi nele que fiz minha residência médica. Foi aqui que eu fiz meu primeiro parto, assim como a primeira cirurgia ortopédica. Infelizmente, a Saúde em Duque de Caxias está abandonada. Não é possível uma cidade como a nossa, a segunda mais rica do Estado do Rio, estar nesta situação. Um município do tamanho do nosso não pode ter dois hospitais de atendimento somente de um lado? No dia primeiro de janeiro, quando assumir a prefeitura, vou criar ma comissão para estudar a reabertura do Hospital Duque de Caxias”, garantiu Alexandre Cardoso.

A deputada federal Jandira Feghali destacou a competência do candidato da aliança Amor por Caxias- integrada pelos partidos PSB, PDT, PT, PRB, PC do B, PPS e PMN- e seu poder de articulação. “Conheço Alexandre Cardoso há muitos anos e juntos escrevemos uma das páginas mais importantes da Constituição Estadual, sobre a questão da saúde no Estado do Rio. Alexandre Cardoso sabe, assim como eu, que a saúde pública não é gratuita. Ela vem dos impostos que os cidadãos pagam. Mas ao que parece às autoridades do município não tiveram o respeito pela população. No entanto, isto não será a prática de Alexandre Cardoso. Por ser médico, sua preocupação será levar um programa de saúde ao caxiense. Estaremos em Brasília conseguindo os recursos para que a saúde pública de Duque de Caxias atenda a todos os moradores”, afirmou a deputada federal.

Para deputada estadual enfermeira Rejane, que trabalhou no Hospital Duque de Caxias, o fechamento da unidade trouxe prejuízo ao morador da cidade. “Aqui havia uma equipe de profissionais da saúde dedicados. Tenho certeza que Alexandre Cardoso marcará sua administração por reabrir um hospital que teve grande importância para o município”, disse.

O reitor da UERJ, Ricardo Vieralves, garantiu que a partir do próximo ano a instituição montará um escritório em Duque de Caxias para auxiliar Alexandre Cardoso. “Colocaremos toda a UERJ a disposição de Alexandre Cardoso para que ele possa concretizar seus projetos de melhoria da qualidade de vida do morador desta cidade. É um orgulho poder contribuir para um homem competente e grande administrador”, comentou.

Amor ao Duque
Referência na obstetrícia no Estado do Rio, a médica Aldira Ferreira Almeida marcou presença no abraço ao Hospital Duque de Caxias. E não poderia ser diferente. No dia 15 de agosto de 1969, ela participava da inauguração da unidade onde atuaria por vários anos. “Não poderiam ter fechado o Hospital Duque de Caxias. Éramos uma equipe dedicada e salvamos muitas vidas aqui. Este movimento de reabri-lo é importante para toda a cidade. O hospital não precisa de vidros fumês, mas de condições para os profissionais trabalharem. Tenho certeza que Alexandre Cardoso, como médico que é, colocará em funcionamento esta unidade trazendo profissionais de qualidade para cuidar da saúde da população”, finaliza. 



Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Temer transforma o Brasil num dos países mais infelizes do Mundo

Caiu um dos últimos mitos que restavam ao Brasil, o da felicidade. Pesquisa Gallup divulgado na última semana coloca o país como um dos ma...