quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Alexandre Cardoso, Dica, Samuquinha, Zito e Washington Reis participam do debate do Jornal Extra


O Jornal Extra promoveu um debate, na terça-feira dia 25 de setembro, com os candidatos à prefeito de Duque de Caxias, no Museu Ciência e Vida. Participaram do debate os candidatos: Alexandre Cardoso, Dica, Samuquinha, Washington Reis e Zito. O público além da assessoria de cada candidato era formado pela imprensa local e algumas entidades da cidade. No começo do debate os candidatos falaram sobre os temas de educação, saúde, transporte e segurança.

O primeiro a falar foi o candidato do PSB Alexandre Cardoso, ele  colocou que a cidade, embora tenha o segundo PIB do Estado, é  uma das últimas colocadas no IDEB, criticou a estrutura precária das escolas e que na sua gestão a escola será motivadora do aluno. Alexandre Cardoso ainda prometeu criar o programa creche mãe noturna. Zito criticou a gestão de Washignton Reis, dizendo que o ex-prefeito deixou as escolas da cidade destruídas, que está construindo escolas de tempo integral e a universidade municipal. Washington Reis, colocou que realizou concursos, deu abono aos professores, aumento para o servidor, trouxe a UFRJ e acabou com as filas nas matriculas. Já Dica disse que a educação na cidade está em estado de alerta, que o foco de seu governo será numa educação cidadã. Samuquinha começou sua colocação parabenizando Alexandre Cardoso pela bela obra do Museu Ciência e Vida, disse que o problema da educação deve-se ao ex- e ao atual prefeito que deixaram a cidade dessa forma e que vai investir na escola de tempo integral.

No tema da saúde Alexandre Cardoso disse que vai investir no programa de saúde da família, que vai reabrir o Hospital Duque, criar postos de saúde 24 horas para cada 50 mil habitantes e transformar o Hospital Moacyr do Carmo em Hospital Universitário. Zito disse o problema da saúde é em todo o Brasil e não somente em Duque de Caxias, criticou o governador Sergio Cabral por não ter o ajudado a resolver os problemas da saúde. Washington Reis disse que construiu o Moacyr do Carmo, as UPAs e reformou as unidades de saúde, que o governador colocou recursos na saúde, mas que foram desviados pela empresa Marca. Dica colocou que os leitos da cidade foram reduzidos após o fechamento de várias casas de saúde, rebateu Washington Reis, dizendo que ele quem  trouxe as UPAs para a cidade e que não sabia que o Duque seria fechado. Samuquinha disse que fez a parte dele como parlamentar fazendo as emendas parlamentares, que o problema da saúde é crônico e que a contratação da empresa Marca recebendo 9 milhões para administrar os postos de saúde, foi um grande erro da atual gestão. O  prefeito Zito ganhou direito de resposta sobre Washington Reis e disse que a prefeitura entrou no Cadin devido o desgoverno dele e por conta das obras eleitoreiras.

Na abertura do tema transporte Alexandre Cardoso colocou que levou o atual prefeito Zito, para uma audiência com o ex-ministro da saúde Temporão e que se as coisas não evoluíram não era de sua responsabilidade, disse que vai implantar a tarifa única na cidade, criticou os altos preços das tarifas de ônibus, e a falta de uma planilha para a definição dos preços das passagens, e que a cidade não tem planejamento urbanístico. Zito na sua fala confirmou que esteve sim com Temporão e que Alexandre Cardoso, sempre se colocou à disposição para ajudar a cidade, disse que 78% das linhas que cortam a cidade são intermunicipais e que teria que fazer um trabalho junto ao governo do estado, disse também que implantou a tarifa companheira. Washington Reis prometeu implantar o bilhete único municipal integrado com o estado e criar o BRT. Dica disse que o atual e o ex-prefeito já tiveram muito tempo e não resolveram o problema. Samuquinha disse que o ex-prefeito deveria resolver o problema das linhas intermunicipais com o governador e que teve uma decisão judicial mandando a prefeitura fazer licitação das linhas municipais que há 13 anos não acontece, que essa caixa preta precisa ser aberta e que vai implantar o ônibus a R$ 1 real.  

Na questão da segurança Alexandre Cardoso disse que vai utilizar o PROES programa do governo do estado para ampliar o efetivo de policiais na cidade, vai criar uma central de monitoramento com câmeras na cidade e priorizar a iluminação na cidade para prevenir a segurança. Zito disse que segurança é dever do estado e não do município, que o importante é o investimento na educação para tirar o jovem da marginalidade. Washington Reis disse que vai criar o mutirão social, retirar o crack das ruas, vai instalar 500 câmeras na cidade, UPP nas comunidades e erradicar as favelas da cidade. Dica disse que vida não tem preço, que vai intensificar a presença da guarda municipal nos bairros e colocar iluminação de led nos bairros. Samuquinha também disse que vai fazer monitoramento com câmeras na cidade e que vai lutar para ampliar o número de policiais na cidade.

No outro bloco de candidato perguntando a candidato, começou com o ex-prefeito perguntando ao atual, Washington Reis perguntou a Zito onde ele iria colocar o lixo da cidade. Zito colocou que foi pego de surpresa, que o fechamento estava programa para 31 de dezembro deste ano e foi antecipado devido a Rio+20, que está trabalhando para buscar a solução e que atualmente o lixo está indo para Seropédica. Washington Reis disse que não tinha entendido a colocação do prefeito e tinha criado a usina de biogás, resolvido a questão dos créditos de carbono e a indenização dos catadores de Jardim Gramacho. Zito retrucou dizendo que o ex-prefeito deveria estar muito tempo em Brasilia e por isso não deveria estar entendendo. Samuquinha também fez a mesma pergunta ao candidato Dica, que disse que ia segurar essa banana, arrancando risos da plateia, disse que necessita de planejamento e gestão para resolver o problema, que vai utilizar uma tecnologia alemã para despoluir o solo da Cidade dos Meninos e transformar a área em um grande polo industrial. Samuquinha disse que também irá implantar um polo industrial na Cidade dos Meninos. Continuando as perguntas Alexandre Cardoso perguntou a Samuquinha qual o seu projeto para combater as enchentes, em resposta o candidato disse que vai criar a Companhia Municipal de Água e Esgoto. Na vez de Zito perguntar ao candidato Alexandre Cardoso, o atual prefeito citou vários problemas da cidade, fazendo uma referência velada ao ex-prefeito, na resposta Alexandre Cardoso, disse que a guerra política na cidade tinha que acabar que nos últimos anos essa briga acabou prejudicando a cidade, que a obra da Av. Presidente Kennedy foi mal planejada, e que ele lutaria pela unidade em torno da cidade, que vai fazer de Xerem um modelo de ecoturismo. Na resposta Zito disse que brigar pela cidade não é fazer guerra política e que só estava trazendo para o debate a realidade ambiental da cidade.

No debate também tiveram perguntas enviadas da plateia para os candidatos, Dica foi perguntado sobre seu projeto de cultura, ele disse que vai fazer lonas culturais na cidade, integrar a cultura nas escolas e fazer a lei municipal de incentivo à cultura. Zito foi questionado sobre seu relacionamento com a Locanty, o prefeito respondeu que a empresa tem vários contratos com vários órgãos e não somente com a prefeitura de Duque de Caxias. Alexandre Cardoso foi perguntado sobre a importância da cultura digital, ele disse que paga pelo pioneirismo de ter criado o projeto Baixada Digital, que até hoje o celular em algumas regiões não funciona bem, disse que no seu governo vai implantar o projeto nas comunidades carentes e que vai colocar as contas da prefeitura na internet com transparência e que destinou uma emenda parlamentar para Fundec de 1 milhão e 500 mil reais para a inclusão digital.

O debate serviu para demonstrar a importância dele para a democracia, pena que essa cultura ainda não esteja tão forte na política local, esperamos que no segundo turno mais debates ocorram, para o bem de nossa cidade e para o bem da democracia.


Um comentário:

Carlinha Barros disse...

O Zito é uma comédia, né! Dizer que o problema da saúde é em todo Brasil e não somente em Caxias, serve de justificativa para o descaso dele com a saúde??!! Lógico que não! Ah, o Brasil inteiro não tem saúde e nem educação, então não adianta fazer nada por Caxias, é isso?! Que absurdo! Gostei do Alexandre Cardoso, que pode até criticar os aspectos negativos da atual gestão, mas está focado em falar sobre suas propostas e projetos de melhoria para Duque de Caxias! Vamos abrir nossos olhos e observar quem realmente pode fazer mais por amor a Caxias!! Bjuuu!!!

Postagem em destaque

Temer transforma o Brasil num dos países mais infelizes do Mundo

Caiu um dos últimos mitos que restavam ao Brasil, o da felicidade. Pesquisa Gallup divulgado na última semana coloca o país como um dos ma...