segunda-feira, 7 de março de 2016

Cultura da Baixada Fluminense invade o Rio

Nessa semana começa a ocupação cultural das Biblioteca Parque do Estado, uma proposta que foi realizada pela Rede BaixadaEncena, que tem por objetivo de levar espetáculos, tanto para a região, como de fazer a integração com outros espaços, como no caso a capital.

De 10 e 26 de março, a Biblioteca Parque Estadual, no centro do Rio, será ocupada por  intensa programação artística  da Baixada Fluminense. Dezoito grupos de teatro de nove cidades da região se apresentam gratuitamente na primeira edição da Mostra Baixada em Cena.
O projeto é o start da Rede Baixada em Cena, que nasce da vontade de realizar um encontro entre grupos de teatro baseados na Baixada Fluminense, pensadores, público e produtores culturais, para discutir a criação estética e o poder de mobilização por meio das vivências cênicas produzidas nessa região.
Leandro Santanna, ator e um dos produtores da mostra, destaca a importância da pressão artística para conseguir avanço nas políticas públicas de cultura. “Nossa ocupação vai além da produção de espetáculos. Estamos em cena, em construção, criando um fazer artístico em uma região que abriga um terço da população de todo o Estado com pouco ou quase nada de recursos públicos e equipamentos culturais para a potente cena teatral das 13 cidades", acrescenta.

A Rede Baixada Em Cena
Criada em 2008 a Rede Baixada em Cena, que hoje reúne 18 grupos de nove cidades da Baixada Fluminense, tem o objetivo de enfrentar a falta de apoio técnico e financeiro às ações artísticas e culturais desenvolvidas e de potencializar a visibilidade do processo cultural da região. A Rede também se propõe a fortalecer a consciência política e participativa de artistas e produtores, por meio da colaboração voluntária, do fluxo de informações e trabalho coletivizados.
 Apesar de ser um novo modelo de organização na Baixada Fluminense, a Rede Baixada em Cena já apresenta resultados satisfatórios como instrumento de luta e organização social.


Na abertura da Mostra Baixada Em Cena, na Biblioteca Parque Estadual, haverá uma homenagem póstuma ao ator e maquiador meritiense Ronaldo Moryeno. A Mostra também ocupará a Biblioteca Parque da Rocinha, dia 16/03, e a Biblioteca Parque de Manguinhos, dia 23/03, com programação que inclui leituras dramatizadas e apresentações teatrais.
Os ingressos devem ser retirados na recepção das bibliotecas uma hora antes de cada espetáculo.

Serviço:
Fazem parte da Mostra Baixada em Cena os grupos CETA – Centro Experimental de Teatro e Artes (Nova Iguaçu), Cia Teatral Cerne (São João de Meriti), Companhia de Teatro Casa Verde (Itaguaí), Cia. Atores da Fábrica (Nova Iguaçu), Cia. Código de Artes Cênicas (Japeri), Cia. de Arte Popular (Duque de Caxias), Cochicho na Coxia (Mesquita), Grupo Resistência CTI (Nova Iguaçu), Fanfarras Produções Artísticas (Nilópolis), Grupo Garagem (Nilópolis), Queimados Encena (Queimados), Trupe do M.E.R.D.A - Movimento Em Razão Da Arte (Nilópolis), Companhia Artística Sol sem Dó (Duque de Caxias), Coletivo Obcena (Nilópolis), Teatro Baixo (Nova Iguaçu), Trupe Investigativa Arroto Cênico (Nova Iguaçu), Cia. Faces Produções (Paracambi) e Cia Teatropelo (São João de Meriti).

PROGRAMAÇÃO:

10/03 (QUINTA)
15h
Teatro Infantil: O Mágico de Oxente
Companhia: Cia Atores da Fábrica – Nova Iguaçu
Classificação indicativa: Livre
Duração: 60 min
Sinopse: A Cia Atores da Fábrica concebe uma nova versão para o clássico O Mágico de Oz. Nesta recente concepção que homenageia o nordeste brasileiro, Doroth, uma criança espoleta, vive tranquilamente no sertão com sua tia Ema, até que uma tempestade de areia muda completamente sua vida. Agora na terra das cangaceiras, Doroth, com seus sapatinhos de carcará terá que atravessar o caminho de mandacaru para encontrar O grande Mágico de Oxente, e com sua ajuda, retornar ao caminho de sua casa.
Local: Teatro Alcione Araújo – Biblioteca Parque Estadual

16h
Debate: Trajetórias e Visibilidade do Teatro da Baixada Fluminense
Com: Ediélio Mendonça, Celso Mosciaro e Leandro Santana
Local: Auditório Darcy Ribeiro – Biblioteca Parque Estadual

18h
Show de Música: Moringa e Violão
Com: Beto Gaspari – Duque de Caxias
Classificação indicativa: Livre
Local: Café Literário – Biblioteca Parque Estadual

11/03 (SEXTA)
15h
Leitura Dramatizada: Mamutes, de Jô Bilac
Companhia: Cia Teatropelo – São João de Meriti
Classificação indicativa: Livre
Local: Auditório Darcy Ribeiro – Biblioteca Parque Estadual

18h
Teatro adulto: Sapato Apertado
Companhia: Cia Queimados Encena – Queimados
Classificação indicativa: 14 anos
Duração: 55 min
Sinopse: Sapato Apertado é um drama, livre adaptação de “Os Palhaços” de Frederico Fellini, onde um diálogo travado nos bastidores de um velho circo entre um palhaço e um espectador estreita os limites que separam a representação e a realidade. O ofício do artista tem seu valor e importância questionados num jogo tragicômico e surpreendente que junta pela primeira vez em cena duas Companhias teatrais da Baixada Fluminense: Cia Código de Artes Cênicas e Queimados Encena, ambas sob a direção de Xando Graça.
Local: Teatro Alcione Araújo – Biblioteca Parque Estadual

12/03 (SÁBADO)
15h
Teatro Infantil: Hoje tem marmelada? Tem sim, sim senhor!
Companhia: Fanfarra Produções – Nilópolis
Classificação indicativa: Livre
Duração: 60 min
Sinopse: O espetáculo é uma grande homenagem aos tradicionais palhaços de circo que povoaram o imaginário das crianças de todo o Brasil. Dividida em quadros, a peça traz números resgatados através de pesquisas feitas pelos atores desempenhados por palhaços. Batata, o gozador, não perde tempo em nada e está sempre aprontando suas estripulias. Burraldo, como o próprio nome já diz, é mais ingênuo e torna-se um prato cheio para Batata. Parafuso é só riso e festa e o mais importante e estar de bem com a vida. É nesse clima que o espetáculo acontece, procurando fazer com que o público tenha presença ativa durante a encenação e deixe de ser meros espectadores.
Local: Teatro Alcione Araújo – Biblioteca Parque Estadual

16h
Projeto Curta Baixada: Praça do Skate
Direção: Paulo China – Nova Iguaçu
Local: Auditório Darcy Ribeiro – Biblioteca Parque Estadual

18h
Teatro Adulto: A farsa do amor acabado
Companhia: Cia de Arte Popular – Duque de Caxias
Classificação indicativa: 14 anos
Duração: 60 min
Sinopse: “A Farsa do Amor Acabado” vasculha e coloca no palco os sentimentos e comportamentos humanos, num misto de realidade fictícia ou ficção realista, com os elementos da cultura popular. Sete atores de uma Cia. mambembe, numa pracinha qualquer, de uma cidade qualquer, interpretam, tocam, cantam e contam a história da chegada de Tonho e Aderaldo, que retornam a cidade natal por motivos distintos. Vão pagar mil promessas, vão vencer provações, mal do amor acabado, vão tirar dos corações.
Local: Teatro Alcione Araújo – Biblioteca Parque Estadual

16/03 (QUARTA)
14h
Leitura dramatizada: Preto de branco, de Marcia Zanellato
Companhia: Companhia Obcena
Local: Biblioteca Parque da Rocinha

17h
Teatro Adulto: Dose tripla
Companhia: Grupo Resistência CTI – Nova Iguaçu
Classificação indicativa: Livre
Duração: 57 min
Sinopse: Dose Tripla é um apanhado de três espetáculos: “TOMATES!”, que aborda questões de gênero e relações pessoais de forma naturalista; “LIBERTARY”, opressões musicadas que refletem e regurgitam preconceitos e paradigmas sociais e “CACHIMBO!”, que questiona de forma simbólica as ilusões geradas pela imagem.
Local: Biblioteca Parque da Rocinha

17/03 (QUINTA)
15h
Teatro Infantil: A festa no céu
Companhia: Cochicho na Coxia – Mesquita
Classificação indicativa: Livre
Duração: 60 min
Sinopse: A notícia que teria uma festa no céu corre toda a Floresta e deixa os bichos animados com a ideia. Mas, somente os animais que voam receberam o convite. O Sapo Cururu, muito malandro, não se conforma e realiza várias tentativas de chegar ao céu.
Com muita música e resgatando as cantigas de roda, a “A Festa no Céu” traz uma linguagem de contação de histórias e teatro de máscaras, baseada nos contos populares.
Local: Teatro Alcione Araújo – Biblioteca Parque Estadual

16h
Debate: O ator na Baixada – Do autodidatismo à busca dos centros de formação
Com: representantes da UNIRIO, Martins Pena, CAL, Alexandre Damascena, Renato Penco e Cesário Candhi.
Local: Auditório Darcy Ribeiro – Biblioteca Parque Estadual

18h
Show: Quarteto de Cordas - São João Meriti
Local: Café Literário – Biblioteca Parque Estadual

18/03 (SEXTA)
15h
Leitura Dramatizada: Os intolerantes, de Carla Faour e Henrique Tavares
Companhia: Trupe Investigativa Arroto Cênico – Nova Iguaçu
Local: Auditório Darcy Ribeiro – Biblioteca Parque Estadual

18h
Teatro adulto: Naquele instante
Companhia: Cia Código de Artes Cênicas – Japeri
Classificação indicativa: 14 anos
Duração: 60 min
Sinopse: Viajando nas lembranças de infância e passando pela adolescência de cada um, o espetáculo criado a partir das memórias trazidas pelos atores que integram o elenco, apresenta um mergulho nas profundezas da nostalgia.
Local: Teatro Alcione Araújo – Biblioteca Parque Estadual

19/03 (SÁBADO)
15h
Teatro Infantil: Bloco Bailinho
Companhia: Cia de Teatro Palhaço Sol sem Dó – Duque de Caxias
Classificação indicativa: Livre
Duração: 60 min
Sinopse: O Grande Circo do Sol saúda as festividades do Carnaval e recebe o grande público para um grande espetáculo que une circo e música, entre trapalhadas, palhaçadas, confetes, serpentinas e coreografias ao desvendar um grande baile de fantasias e diversão. São cinqüenta minutos de show que lembram canções clássicas do nosso Carnaval e revelam encantadoras e versões infantis, fazendo pais e filhos requebrarem o esqueleto.
Local: Teatro Alcione Araújo – Biblioteca Parque Estadual

16h
Projeto Curta Baixada: O Triste fim de Herivelton
Direção: Cinema de Guerrilha da Baixada – São João de Meriti
Local: Auditório Darcy Ribeiro – Biblioteca Parque Estadual

18h
Teatro Adulto: Perdoa-me por te amar
Companhia: C.E.T.A – Nova Iguaçu
Classificação indicativa: 14 anos
Duração: 60 min
Sinopse: Perdoa-me por te amar é um espetáculo solo - laboratório em que atriz Vânia Santos modula a composição de diversas personagens femininas simultaneamente no mesmo tempo/espaço teatral propondo uma dinâmica experiência de interpretação e composição cênica. Assim quando se inicia a cena o mundo dessas personagens se abre revelando verdades, sonhos, desilusões e a fragilidade de nossa Existência. Eros e Tanatos, Instinto e Razão, Liberdade e Escravidão Voluntária são as categorias de pensamentos que norteiam a composição, para nós, destas personagens.
Local: Teatro Alcione Araújo – Biblioteca Parque Estadual

23/03 (QUARTA)
14h
Leitura dramatizada: Longe da Vista Chinesa, de Bosco Brasil
Companhia: Teatro Baixo – Nova Iguaçu
Local: Biblioteca Parque de Manguinhos

17h
Teatro Adulto: Ainda aqui
Companhia: Cia Teatral Cerne – São João de Meriti
Classificação indicativa: 12 anos
Duração: 55 min
Sinopse: O texto, escrito e dirigido por Vinicius Baião, narra a história de uma família obrigada a conviver com dores e sacrifícios. A trama se desenvolve a partir do desaparecimento do filho, Maurício, torturado e morto político; e do desenvolvimento do Alzheimer na mãe, Maria, que, esquecendo-se repetidamente da morte do filho, confina a si mesma e ao marido num eterno retorno à dor da perda. Ainda que tenha como pano de fundo um contexto político, o espetáculo se passa no ambiente familiar e constrói, aos poucos, uma grande história de amor e afeto.
Local: Biblioteca Parque de Manguinhos

24/03 (QUINTA)
15h
Teatro Infanto-juvenil: Torturas de um coração
Companhia: Cia Teatro Casa Verde – Itaguaí
Classificação indicativa: Livre
Duração: 55 min
Sinopse: Torturas de um coração conta a história de Benedito, um negro pobre e sem títulos. Apaixonado por Marieta, descobre que para conquistá-la precisa provar que é mais valente que o Cabo Setenta e Vicentão, os mais valentes da cidade de Taperoá.
Local: Teatro Alcione Araújo – Biblioteca Parque Estadual

16h
Debate: Teatro Fluminense em diálogo com a cena contemporânea
Com: Jorge Braga Jr, Lino Rocca e Marcos Covask
Local: Auditório Darcy Ribeiro – Biblioteca Parque Estadual

18h
Sarau de Poesia
Com: Coletivos de Poesia da Baixada
Local: Café Literário – Biblioteca Parque Estadual

25/03 (SEXTA)
18h
Teatro Adulto: Dose tripla
Companhia: Grupo Resistência CTI – Nova Iguaçu
Classificação indicativa: Livre
Duração: 57 min
Sinopse: Dose Tripla é um apanhado de três espetáculos: “TOMATES!”, que aborda questões de gênero e relações pessoais de forma naturalista; “LIBERTARY”, opressões musicadas que refletem e regurgitam preconceitos e paradigmas sociais e “CACHIMBO!”, que questiona de forma simbólica as ilusões geradas pela imagem.
Local: Teatro Alcione Araújo – Biblioteca Parque Estadual

26/03 (SÁBADO)
15h
Teatro adulto: Existem mais coisas entre o ser e o não ser
Companhia: Grupo Garagem– Nilópolis
Classificação indicativa: 14 anos
Duração: 50 min
Sinopse: Atores viajam o mundo com seus violões e pandeiros, a procura de um público para compartilhar suas histórias de vida e as clássicas que já representaram. Contam e interpretam como venceram os preconceitos sociais, espargindo amor. Eles viram e fizeram nascer flor no meio do lixo, e é de lá que tiram suas riquezas.
Local: Teatro Alcione Araújo – Biblioteca Parque Estadual

16h
Projeto Curta Baixada: Ação e reação
Companhia: Cia Faces Produções - Paracambi
Local: Auditório Darcy Ribeiro – Biblioteca Parque Estadual

18h
Teatro adulto: Censura Livre
Companhia: Trupe do M.E.R.D.A - Nilópolis
Classificação indicativa: 14 anos
Duração: 75 min
Sinopse: Uma releitura do espetáculo da Cia. Código, a peça é uma adaptação do musical do dramaturgo Millôr Fernandes e Flávio Rangel, "Liberdade, Liberdade", no qual os atores interpretam grandes filósofos e pensadores contemporâneos para discutir o tema, que deu o nome à obra.
Local: Teatro Alcione Araújo – Biblioteca Parque Estadual


Informações:  www.facebook.com/redebaixadaemcena
Entrada gratuita (ingressos distribuídos uma hora antes de cada espetáculo)




Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Temer transforma o Brasil num dos países mais infelizes do Mundo

Caiu um dos últimos mitos que restavam ao Brasil, o da felicidade. Pesquisa Gallup divulgado na última semana coloca o país como um dos ma...