quarta-feira, 10 de junho de 2015

Paleontólogo Alexander Kellner, do Museu Nacional, participa do De Frente com Cientistas

Os dinossauros viveram na Terra por milhões e milhões de anos, mas se extinguiram muito antes que nós humanos aparecêssemos. Sabemos disso graças aos fósseis, restos petrificados desses animais que revelam informações sobre a existência desses seres. Os fósseis são estudados por cientistas chamados paleontólogos, 

como Alexander Kellner, pesquisador do Museu Nacional, convidado do próximo De Frente com Cientistas, dia 12 de junho, às 14h, no Museu Ciência e Vida. Por que Alexander se tornou paleontólogo? Será que ele era apaixonado por dinossauros quando criança? Ou o que lhe intriga é desvendar a história do seres vivos? É fácil trabalhar com fósseis no Brasil? Para saber as respostas para essas perguntas e conhecer um pouco mais sobre o Alexander e seu trabalho, inscreva-se no evento através do telefone 2671-7797.

 

Sobre o programa - O “De Frente com Cientistas” acontece mensalmente no Museu Ciência e Vida. A ideia do evento é mostrar a trajetória do cientista, aproximando a plateia da carreira e seus estudos. Sempre gratuito e com direito a certificado, o evento busca apresentar a vida de cientistas, desfazendo a imagem distanciada que, em geral, se tem dessas carreiras. O programa já recebeu importantes nomes nacionais e internacionais, a exemplo do Nobel de química Kurt Wüthrich e do Nobel de física Serge Haroche.

 

Serviço:

De Frente com Cientistas – Alexander Kellner

Data: 12 de junho

Local: Museu Ciência e Vida

Rua Ailton da Costa, s/n - Jardim Vinte e Cinco de Agosto, RJ, 25071-160

Telefone: (21) 2671-7797

Gratuito com emissão de certificado


Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Cansei, poesia

Recital de Poesia e Microrrelato em Vigo, realizado  no Galo Vento. Cansei, é uma das poesias que recitei no evento. A poesia está publicad...