terça-feira, 25 de novembro de 2014

BIBLIOTECA COMUNITÁRIA É INAUGURADA NO BAIRRO AMAPÁ

O movimento popular de incentivo à leitura e valorização da cultura popular e democratização de acesso ao conhecimento chegou ao bairro Amapá. Os moradores da comunidade Nossa Senhora das Mártires passaram a contar neste sábado (22/11), com a Biblioteca Comunitária Padre Costanzo Bruno. O espaço funcionará em um lugar emblemático para o bairro, onde há 26 anos ficou marcado pela violência que vitimou cinco moradores daquela região, levando a construção no local da igreja que leva o nome da comunidade. A biblioteca contará com 700 livros adultos, três mil gibis e 150 obras infanto-juvenil, funcionando de segunda à sexta-feira, das 9h às 17h.
Helenice Ferreira fez contação de estórias para as crianças que participaram da inauguração da biblioteca comunitária
“Estou na comunidade há mais de 30 anos e vivenciei de perto toda esta tragédia. Na oportunidade, a Diocese de Caxias comprou a casa e construiu a Igreja Nossa Senhora dos Mártires da Baixada. O quarto onde ocorreu a chacina foi mantido como um altar. As crianças faziam catequese e eram muito alegres. Esta biblioteca tem um valor especial para todo o bairro e os moradores locais, principalmente as crianças, que terão acesso a todos estes livros”, disse o padre italiano Costanzo Bruno, homenageado com o nome da biblioteca, e que tinha no cartaz de inauguração a frase “Mataram nossos sonhos, não deixem que matem nossa voz”.
O secretário de Cultura Jesus Chediak ao lado do padre Costanzo Bruno e do diretor Antônio Carlos Oliveira na inauguração da Biblioteca Comunitá
Na inauguração que contou com as presenças do secretário municipal de Cultura e Turismo, Jesus Chediak, e do diretor da Biblioteca Municipal Governador Leonel de Moura Brizola,e da Rede de Bibliotecas Comunitárias de Duque de Caxias, Antônio Carlos Oliveira, as escritoras caxienses Helenice Ferreira e Andreia Marques realizaram contação de estórias para as crianças. Não faltaram ainda bolos, biscoitos e cachorros-quentes para animar a garotada.
“Contamos com 12 bibliotecas comunitárias no município levando a oportunidade do saber e do conhecimento há muitas pessoas. Tudo iniciado há mais de 10 anos com a inauguração da primeira, a Biblioteca Solano Trindade, no bairro Cangulo”, destacou o professor Antônio Carlos de Oliveira.
O secretário Jesus Chediak ao lado do padre  Costanzo Bruno e do diretor Antônio Carlos Oliveira doou o livro Desenvolvimento Brasileiro e Luta p
O secretário de Cultura e Turismo, Jesus Chediak, doou cinco exemplares da obra“Desenvolvimento Brasileiro e Luta pela Cultura Nacional”, do escritor Nelson Werneck Sodré.
“Foi um autor atuante da História Brasileira que sempre manteve uma atitude crítica para a realidade social, econômica, política e cultura do país. Espero que as crianças e os jovens apreciem e os ajudem em seu desenvolvimento pessoal. Espaços como este nos animam em continuar acreditando no crescimento cultural dos nossos moradores”, ressaltou o secretário.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Cansei, poesia

Recital de Poesia e Microrrelato em Vigo, realizado  no Galo Vento. Cansei, é uma das poesias que recitei no evento. A poesia está publicad...