quinta-feira, 17 de março de 2011

Mulheres entram em um novo mercado de trabalho



No Centro Vocacional Tecnológico (CVT) Itatiaia em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, começa a ganhar destaque a presença de brincos e batons em meio a soldas e eletrodos dominantes nos laboratórios da escola. A razão disso é o crescente ingresso de mulheres em mais um ambiente de trabalho que, até há pouco tempo, era exclusivo dos homens.
                                                                                                    Fotos: Rafael Barreto
Débora de Lima, Deise da Silva e Rafaela Fontoura não descuidam da aparência
Na opinião do professor de processo de soldagem mig mag e eletrodo revestido, Maurício Cunha, as mudanças ocorridas na sociedade e no mercado de trabalho, aliadas ao toque feminino fazem com que as mulheres conquistem novos espaços. “Elas são mais perceptíveis, mais detalhistas, mais cuidadosas e isso influi no trabalho e, conseqüentemente, na qualidade do produto apresentado”, comenta Maurício Cunha.

Com muita expectativa em um futuro profissional melhor, a aluna do curso de solda de eletrodo revestido Rafaela Gonçalves Fontoura vê o curso como uma oportunidade. “A área de solda não para de crescer e o mercado para mulheres cresce junto com essas novas oportunidades”, acredita Rafaela, atualmente trabalhando como cobradora de ônibus.

Desafios

A incredulidade ainda faz parte dos obstáculos profissionais enfrentados pelas mulheres, mesmo com as mudanças dos últimos tempos. A aluna do curso de calderaria e instrutora de informática básica, Denise Leandro da Silva, comenta que algumas pessoas duvidaram do ingresso dela no curso. “Falavam que era uma área totalmente diferente da minha e que eu não iria dar conta. Hoje tenho certeza que vou atingir o mercado de trabalho com o que estou aprendendo aqui”.


Deise da Silva, Rafaela Fontoura e Débora de Lima ainda minoria na turma do CVT Itatiaia


Já a aluna do curso de solda mig mag Debora Danielle Salles de Lima comenta que teve total apoio da família e a aceitação da turma no CVT Itatiaia, predominante masculina, foi ótima. Mas, mesmo com tanto apoio, ela comenta sobre os desafios que a mulher ainda enfrenta. “O olhar do mundo ainda é muito machista, mas podemos ser espelhos para outras mulheres que queiram seguir essa profissão”.

Alunas praticam no laboratório do CVT Itatiaia

O CVT Itatiaia é uma unidade da Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro (Faetec) e oferece cursos de formação inicial continuada de encanador industrial, calderaria, solda de eletrodo revestido, solda à gás, solda mig mag, solda tig e inspetor de solda.

CVT Itatiaia fica na rua Alberto Torres, 155, Itatiaia, Duque de Caxias, Rio de Janeiro
Tels.: (21)3658-1415

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Cansei, poesia

Recital de Poesia e Microrrelato em Vigo, realizado  no Galo Vento. Cansei, é uma das poesias que recitei no evento. A poesia está publicad...